Wave
Squishy right

G2 Esports em controvérsia por conexão com Andrew Tate

G2 Esports em controvérsia por conexão com Andrew Tate

A organização de e-sports G2 está sob fogo após um vídeo do Diretor Executivo Carlos Rodriguez a festejar com a personalidade de internet Andrew Tate.

Tate, que foi banido de praticamente todos os cantos disponíveis da internet, foi visto a festejar com Rodriguez num vídeo de oito segundos lançado pelo Diretor Executivo após uma vitória dos G2 no LEC Summer Split.

A personalidade da internet foi condenada pelo mundo online por discurso de ódio e misoginia.

O vídeo teve muita repercussão negativa mas em vez de acalmar a tempestade, Rodriguez defendeu as suas ações, alegadamente dizendo 'Ninguém jamais conseguirá policiar as minhas amizades. Eu traço o meu limite aqui. Eu festejo com quem c*****o eu quiser.'

Os membros da direção da G2 tomaram medidas rapidamente, forçando Rodriguez a tirar dois meses de licença não paga pelas suas ações.

'Ontem falhámos-vos,' é possível ler numa declaração da empresa no fim de semana.

'As ações do no Diretor Executivo falaram uma linguagem em total contraste com os valores e a cultura pelos quais a G2 vive e se rege. E por isso nós pedimos desculpa.

'Desde a nossa criação, nós trabalhámos arduamente para construir um ambiente seguro e inclusivo para desfrutar de e-sports. Estes são apenas alguns pequenos passos na direção certa que precisamos tomar como empresa. Nós continuaremos a fazer o nosso melhor a todo e cada dia para melhorarmos e a indústria como um todo.'

Mas o assunto teve mais implicações. De acordo com o Dot Esports, a G2 está agora provavelmente fora da corrida para um lugar de parceria de VALORANT em ambas as ligas Americas e EMEA para a VCT 2023.

Wave